O Bluetooth é uma das tecnologias que já se inseriram na nossa rotina, mas muitos de nós utilizam-no em transferências de arquivos via celulares sem nem sequer compreender como essa tecnologia funciona – e suas outras utilidades. Pensando nisso, este pequeno guia para explicar esse padrão de comunicação entre dispositivos.

O que é o Bluetooth?

Trata-se de um padrão global de comunicação sem fio projetado para substituir os cabos de conexão ou outros aparelhos na função de transmissão de informações. Tudo é feito com uma junção de hadwares compatíveis e softwares que se comunicam por radiofrequência. As principais características dessa tecnologia são robustez, baixo custo e pouco consumo de energia, o que permite o seu uso em diferentes tipos de aparelhos, desde celulares até impressoras.

Qual é a diferença entre o Bluetooth e Wi-Fi?

O Wi-Fi é basicamente um padrão de comunicação para acesso de informações em redes Lan e acesso a internet, parecidas com as conexões Ethernet tradicionais. O Wi-Fi exige configurações mais avançadas para o compartilhamento de arquivos, transmissão de dados e etc. Esse padrão utiliza a mesma frequência de transmissão sem fio do Bluetooth, só que ele pode cobrir áreas bem maiores.

Como funciona o Bluetooth?

Como já foi citado anteriormente, o Bluetooth funciona em uma radiofrequência aberta. A faixa ISM (Industrial Scientific Medical) em que ele opera é entre 2,4 GHz e 2,5 GHz. Assim, a rede de utilização do Bluetooth não sofre interferência, uma vez que os dispositivos envolvidos em uma transmissão determinam uma faixa entre os canais possíveis, evitando a atividade de algum intruso.

Essa conexão forma redes chamadas de Piconet, onde até oito dispositivos (1 “mestre” e 7 “escravos”) podem se comunicar. Cada aparelho habilitado nessas redes pode fazer parte de várias “piconets” ao mesmo tempo, transmitindo e recebendo dados. Isto significa que as possibilidades de conexão entre dispositivos é quase ilimitada.

Para tornar esse processo ainda mais seguro, o usuário pode habilitar senhas ou novas camadas de segurança por software.

Qual é o alcance do Bluetooth?

O alcance vai depender do aparelho em questão e das especificações do fabricante, pela classe de rádio empregada no dispositivo:

Classe 1. Utilizado industrialmente, com alcance de até 100 metros;

Classe 2. Mais encontrado entre os dispositivos móveis. Tem um alcance de até 10 metros, mas ele pode ser estendido com quando conectado a um dispositivo de classe 1.

Classe 3. De curto alcance, próximo a 1 metro.

E porque tantas versões?

Isso confunde algumas pessoas na hora de comprar gadgets e aparelhos com essa função. Acontece que o Bluetooth é uma tecnologia em constante evolução, o que cria versões mais aprimoradas, assim como o Wi-Fi. As versões desse protocolo são compatíveis entre si, mas estão sujeitas a limitação de velocidade e funções da versão mais antiga. Saiba a diferença entre eles na tabela abaixo:

Bluetooth 1.0 A versão 1.0 se trata das primeiras especificações do protocolo
Bluetooth 1.1 Lançada em fevereiro de 2001, estabelecendo o Bluetooth como um padrão de conexão mundial, responsável também, por corrigir problemas da anterior
Bluetooth 1.2 Lançada em novembro de 2003 e possibilitou o aumento das conexões e da segurança, além do processamento de voz avançado
Bluetooth 2.0 Lançada em novembro de 2004. Essa versão diminuiu o consumo de energia, aumentou a velocidade de transmissão de dados para até 3 MB
Bluetooth 2.1 Lançada em agosto de 2007, apresentou melhorias na segurança (inclusive nos recursos de criptografia) e na conexão com outros dispositivos
Bluetooth 3.0 Lançada em abril de 2009, tem como grande atrativo as altas taxas de transferência de dados, atingindo até 24 Mbps
Bluetooth 4.0 Lançada em 2010, exige muito menos energia, tornando-se ideal para tablets e smartphone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*
Website