Desenvolvimento de software é algo que exige muito estudo, e é muito complicado para quem está começando. Mesmo com abundância de cursos online, blogs, tutoriais, livros de referência, manuais e ajuda, com frequência se encontra uma dúvida difícil de ser respondida.

Stack Overflow é um site americano gratuito de perguntas e respostas sobre desenvolvimento de software de grande força no exterior. No Brasil há uma crescente popularidade apesar da barreira da língua, pois tudo postado no site deve ser em inglês.

Como funciona

Perguntas e respostas feitas pelos usuários podem ganhar votos positivos e negativos, o que recompensa ou pune seus donos com pontos de reputação, criando assim um sistema ao mesmo tempo competitivo e auto-regulatório. A existência dos pontos de reputação incentiva usuários a ajudarem cada vez mais, o que faz com que cada pergunta tenha uma quantidade de visualizações grande, e pode ser respondida em até dez minutos após ser postada dependendo de sua complexidade.

A página inicial do site, exibindo as perguntas com mais votos (Foto:Divulgação)

Às perguntas atribuem-se tags, que juntamente com o título serão o meio pelo qual os experts na tecnologia em questão irão encontrar sua pergunta e responde-la. Pode- se fazer comentários em perguntas e respostas pedindo mais detalhes, indicando se é o melhor jeito de fazê-lo, ou até questionando a necessidade de fazer o que a pergunta pede.

Pontos de reputação indicam sua dedicação ao website, e reputações maiores te dão poder de tomar ações de maior responsabilidade como editar perguntas de outras pessoas, alterar tags, fechar ou deletar perguntas, entre outros. Esse sistema é interessante, pois usuários mais experientes guiam e alertam usuários novos, mantendo assim sempre a qualidade nas perguntas e respostas.

Nenhum conteúdo postado no site é de autoria do usuário que a escreveu, e toda informação do site pertence à comunidade, pois tudo pode ser mudado por todos (dependendo dos seus pontos de reputação), o que cria um modelo colaborativo parecido com o da Wikipédia.

Da criação ao sucesso

A ferramenta foi criada em 2008 pelos americanos Jeff Atwood e Joel Spolsky. Ambos são desenvolvedores de software, e possuem blogs conhecidos na área. Sem sites de pergunta e resposta que fossem gratuitos e de qualidade, a busca por informação específica na área de desenvolvimento era muito frustrante. “Se você tiver sorte, na quarta página de resultados de uma busca, você encontrara uma discussão de sete páginas com centenas de respostas, das quais 25% são spam”, disse Joel Spolsky em um de seus posts.

Para construir um site colaborativo, é necessário fazer com que seu número de usuários suba rapidamente, e para isso os blogs de Atwood e Spolsky foram muito úteis. Após cinco semanas de resultados impressionantes com o beta fechado para algumas centenas de desenvolvedores, em Setembro de 2008 o site foi aberto ao público, e vem desde então crescendo, alcançando hoje mais de 1,3 milhão de perguntas. A empresa possui atualmente 27 funcionários e reside em Nova York.

O nome do site foi originado de uma votação, e é o nome de um erro comum em desenvolvimento de software, “Stack Overflow”, que ocorre quando se excede a capacidade da parte “call stack” da memória, responsável por armazenar chamados de funções.

Stack Exchange

O sucesso do Stack Overflow foi tão grande, e o modelo de pontos de reputação funcionou tão bem que a mesma plataforma foi aproveitada para a criação de uma rede de sites de perguntas e respostas chamada Stack Exchange, que comporta hoje outros 41 com diferentes temas, dentro ou fora de tecnologia. Entre os mais famosos estão o Server Fault, sobre administração de sistemas, o English Language and Usage, sobre a língua inglesa, o Guitars, sobre teoria de música, violões e guitarras, e o Cooking, sobre culinária.

No blog do Stack Overflow foram divulgados dados de tráfego, e foi indicado que o crescimento do site é muito satisfatório, tendo conseguido em Dezembro de 2010 16 milhões de visitantes únicos.

Dentre os países com mais usuários do Stack Exchange, em primeiro lugar naturalmente está o país onde o site surgiu, Estados Unidos com 30,5%. Em seguida estão Índia (8,6%), Reino Unido (7,2%), Alemanha (4,7%) e Canadá (4,1%). O Brasil se encontra na décima posição, com 1,7% de todos os usuários da rede.

Clique aqui para visitar o Stack Overflow.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*
Website